Tuesday, November 2, 2010

[Review] Grey's Anatomy: 7x06 - These Arms of Mine

Este foi um episódio diferente. É o episódio-documentário que vem dar uma gota de narrativa a um mar de sentimentos. Assim se constrói "Grey's Anatomy", com narrativas que não são novidade, mas que mexem com os espectadores.


"Dr. Karev is very cool" é uma frase que eu idealizava ser dita nesta série, mas num tempo mais remoto. E tive que esperar pouco mais de seis temporadas para ver uma doente da ala de pediatria dizê-lo. Alex Karev é a personagem mais antiga da série, a par das personagens da "Era Meredith" e é nele que reside o maior crescimento. Tenho vindo a contar e a recontar isto review atrás de review, já que nos tem sido demonstrado todos os episódios, e em cada um se dá um passo maior na maturidade desta personagem. Ele que nos primórdios funcionava como galã, a personagem que pensava não com o coração mas com o pénis, torna-se agora no médico que perde o seu tempo reestruturando um órgão de uma criança, para ver a sua razão de ser médico vir ao de cima, tentando ver o bem estar da criança para o seu próprio bem estar. Como médico e como pessoa, vemos Karev como um verdadeiro Homem. Mas como todos sabem, nem todas as mudanças desta temporada são positivas.

Cristina Yang continua no seu vaivém de sentido de ser médica. Há sete episódios que o perdeu e ainda não reestabeleceu, ela que nos vem demonstrar que nem as pessoas mais fortes a nível de personalidade e físico são imunes aos traumas. Até agora, se os momentos de protagonismo de Yang serviam para dar a graça ao episódio, agora a personagem é obrigada a crescer dando-nos a saudade da velha Cristina. Não acredito que haja nem um fã da série que não queria a velha Cristina de volta. Quem for caso disso que se acuse...

Quem não podemos acusar de nada é a Miranda Bailey. Ela que é a voz da razão em qualquer momento de tristeza de qualquer personagem, também vive os seus. A meu ver, precisávamos de voltar a ter Bailey na ribalta do episódio, aproveitando o seu filho que tem sido esquecido. Teddy também tem tido pouco destaque, desde que Hunt e Cristina consumaram o matrimónio. Agora é uma personagem inútil na trama. No mesmo rumo está Lexie, Owen e Richard apesar que o último funciona como o guardião que aparece nos momentos de gestão hospitalar.

O destaque desta vez recaiu, para além de Alex, no casal lésbico. Arizona e Torres estão de partida! Este foi um pretexto utilizado para justificar o facto da actriz que interpreta a lésbica loira ter dado à luz (diga-se de passagem, o parto aconteceu no passado dia 20). O casal vai para África, onde Arizona actuará por ter sido destacada pelo seu trabalho. Esperemos que por não muito tempo...

Meredith e Derek estão com o seu relacionamento estável, que é o mais acertado nesta altura onde se tenta repor quaisquer emoções traumáticas que ainda resistam e continuem a dar de si na série, como é o caso de Jackson. O médico teve, neste episódio, um momento bastante explícito de terror e consequente fúria. Segundo conheço a série, alguém virá colmatar este vazio do dr. Avery.

Num episódio diferente, que serviu para encerrar alguns casos médicos e demonstrar o sentimento e a confusão tanto por parte dos médicos como dos pacientes e dos seus familiares, estivemos sujeitos a uma completa masturbação mental reunida em pouco mais de 40 minutos.

Post a Comment

Ao comentar, não esqueça de colocar seu nome no campo "nome/url". Caso não tenha um site/blog/twitter, deixe o campo "url" em branco. Comentários anônimos não serão aprovados pela moderação.

Category 5

?max-results="+numposts2+"&orderby=published&alt=json-in-script&callback=recentarticles6\"><\/script>");

Category 6

Category 7

 
Copyright © 2014 Séries no PC