Tuesday, November 2, 2010

[Review] The Event: 1x06 - Loyalty

O ascendente está de volta a "The Event". Depois de uma fase mais transitória como foi exemplo o episódio passado, a série arrebata com um episódio para além do bom, centrado, principalmente em Simon Lee.

Comecemos pela chamada entre Sophie e Thomas, que seria a preparação para o seu reencontro que se avizinhava tenso. Quando se encontram, a sinestesia sentimental falou mais alto, abraçam-se forte e carinhosamente. O tempo escasseava e, depois de Sophie despistar a CIA para chegar até ao seu eterno companheiro, ambos refugiam-se numa espécie de submarino. Quem fica por terra é Simon, que prefere ficar para continuarmos a explorar o seu envolvimento e infiltração na CIA, ainda por cima agora que quase deixou cair a máscara. Aquele gancho ainda vai dar que falar nos próximos episódios.

Simon que é o protagonista dos flashbacks mais belos (a par do da piscina com Sean e Leila) até agora. Ele ter conhecido uma rapariga, deixá-la, e anos mais tarde encontrá-la já em fase terminal e com Alzheimer permite-nos entender duas coisas: o não envelhecimento destes seres é capaz de durar muito tempo; a importância que dá ao seu povo, mais do que os seus próprios sentimentos. A prioridade do infiltrado é a cooperação para com os "seus", revogando o coração. Ora, o grupo de seres extraterrestres é capaz de actuar no meio comum e criar super-fiéis que sofram em nome da causa dos sobreviventes dos misteriosos voos.

Sean e Leila, após deixar Vicky e os seus capangas para trás, decidem iniciar a busca dos familiares da loira. O primeiro local é, obviamente, a casa dela. Lá, são confrontados com uma jornalista desesperada em dar a conhecer ao mundo a realidade que surgiu há décadas, no Alasca. A palavra que não encaixa na mentalidade humana é "alienígena". Que credibilidade tem um jornalista que anuncie a chegada deles à Terra? O anúncio que ninguém acredita, mas que todos esperam.

"Cegos que vêem, Cegos que, vendo, não vêem”
José Saramago in Ensaio Sobre a Cegueira

Só falta referir o pulso firme do presidente Elias que desta vez de nada serviu. Deixou o seu maior trunfo desaparecer no mar. Mar esse que não sabemos até onde irá.

O episódio conseguiu agarrar novamente o espectador, mas com algumas falhas na fluidez da narrativa, principalmente quando há o esquema na cafetaria que permite Sophie despistar a CIA. Ela e Thomas conseguiram fugir, e Simon, durante mais quanto tempo conseguirá escapar?

Post a Comment

Ao comentar, não esqueça de colocar seu nome no campo "nome/url". Caso não tenha um site/blog/twitter, deixe o campo "url" em branco. Comentários anônimos não serão aprovados pela moderação.

Category 5

?max-results="+numposts2+"&orderby=published&alt=json-in-script&callback=recentarticles6\"><\/script>");

Category 6

Category 7

 
Copyright © 2014 Séries no PC